carlos/ março 31, 2018/ Descanso/ 0 comments

Você sente-se com muito cansaço, mesmo após várias horas de sono?

Certamente ter um boa noite de sono é muito importante para repor as energias, mas há muitos outros fatores que influenciam em nossa disposição diária, como dieta, equilíbrio hormonal, rotina de exercícios, atividades mentais e até mesmo sua genética.

Ter alguns destes fatores já dificultam bastante a rotina, mas algumas pessoas podem apresentar uma combinação de dois ou mais que impactam diretamente na qualidade de vida, influenciando os níveis hormonais ou podem dificultar o sono durante a noite, deixando a pessoa cada vez mais exausta.

Se você sempre está na luta contra sua disposição, este artigo pode ajudar você a identificar os seus maiores vilões, assim como a encontrar a melhor maneira de lidar com esse problema.

Felizmente, há muitos ajustes de estilo de vida que você pode colocar em jogo para lutar contra a fadiga e recuperar sua energia.

Se você está cansado o tempo todo, é importante fazer o sono – dormir de alta qualidade – uma prioridade. Mas se você estiver atingindo esse limiar de oito horas e ainda se sentindo exausto, seu baixo nível de energia pode ser um indicador de um problema subjacente.

Vamos descobrir por que você está sempre cansado.

  1. Doença da Tireoide

pessoa com a mão no pescoço representando incômodo por causa da tireóide

Fonte Imagem: Unsplash

Problemas na tireoide atingem muitos brasileiros e a maioria até desconhecem disso. A doença da tireoide é especialmente uma ameaça para mulheres e adultos mais velhos.

Um distúrbio da tireoide pode aparecer em muitas formas diferentes porque a glândula tireoide é considerada uma “glândula mestra”, que secreta hormônios que, de uma forma ou de outra, afetam quase todas as funções corporais. Por exemplo, a glândula tireóidea é responsável por regular a temperatura corporal, frequência cardíaca, produção de proteína e também ajuda a controlar sua taxa metabólica e níveis de energia.

A doença da tireoide pode causar uma grande variedade de sintomas, incluindo:

  • Fadiga;
  • Mau humor;
  • Dor nas articulações e músculos;
  • Ganho ou perda de peso;
  • Problemas de visão;
  • Mau desempenho no trabalho;
  • Mudanças na temperatura corporal;
  • Mudanças no apetite.

Causas da doença da tireoide:

Os distúrbios da tireoide podem ser causados por diversas razões, mas, acredita-se que sejam quatro principais causas contributivas da doença da tiroide, que pode ser o motivo pelo qual você sente que está sempre cansado:

  • Desequilíbrios hormonais causados pelo estresse e dieta;
  • Intolerâncias alimentares a produtos como glúten e produtos lácteos;
  • Exposição à radiação e à toxicidade;
  • Uma deficiência nutricional em iodo ou selênio.

Tratamento natural da doença da tireoide

Uma doença da tireoide pode estar fazendo com que você se sinta cansado. Aqui estão algumas das maneiras que você pode ajudar a recuperar:

  • Caso haja alguma suspeita de doença de tireoide, um diagnóstico médico é a primeira coisa a se fazer, do qual, será comprovada a doença e verificada a causa para um tratamento adequado.
  • Para os intolerantes à glúten ou produtos lácteos, o consumo destes produtos deve ser suspenso.
  • Evite toxinas e metais pesados como o BPA (bisfenol A) encontrado em garrafas de plástico e latas de alumínio.
  • Caso tenha seus níveis de iodo e selênio baixo (comprovado através de exames), inclua mais fontes de alimento de ambos, ou tome suplementos, se necessário.
  • Ajuste sua dieta para ter uma ingestão mais baixa de carboidratos e mais rica em proteína magra e fontes saudáveis de gordura (especialmente alimentos como óleo de coco, leite de coco, abacate, peixe, chia e sementes de linhaça).
  1. Fadiga Adrenal ou Síndrome de Fadiga Crônica

Mulher cansada

Fonte Imagem: Flickr

A fadiga adrenal afeta muitos adultos em todo o mundo e é causada por um desequilíbrio hormonal, semelhante ao desenvolvimento da doença da tireoide.

A doença afeta as glândulas suprarrenais que são responsáveis pela liberação de vários hormônios diferentes, incluindo os que regulam a energia, cortisol e adrenalina.

A síndrome da fadiga crônica, por sua vez, causa sintomas similares à fadiga adrenal. As mulheres são quatro vezes mais propensas a ter síndrome da fadiga crônica. Especialmente aqueles em seus 40 ou 50, que é a faixa etária mais afetada.

Os sintomas da síndrome da fadiga crônica e da síndrome da fadiga adrenal são semelhantes e incluem:

  • Fadiga mesmo depois de dormir bem;
  • Dificuldade em cair no sono ou permanecer dormindo durante a noite;
  • Dor nas articulações e músculos;
  • Dores de cabeça;
  • Resfriados, gripe ou dores de garganta de forma frequente;
  • Ganho de peso;
  • Problemas digestivos como constipação ou cólicas;
  • Dificuldade de concentração e lembrar de coisas claramente.

Esses hormônios-chave aumentam e diminuem de acordo com a quantidade de estresse do qual seu corpo está sendo submetido.

Como resultado, altos níveis de estresse e sintomas de fadiga adrenal estão intimamente ligados!

Causas da fadiga adrenal:

Quando você está sob uma grande quantidade de estresse devido a circunstâncias emocionais, físicas e mentais – o que é comum em quase todos os adultos em nossa moderna e ocupada sociedade – suas glândulas suprarrenais podem sofrer e a fadiga pode entrar.

Existem muitas causas potenciais de fadiga adrenal que fazem você se sentir completamente aniquilado, e eles incluem:

  • Eventos familiares estressantes;
  • Toxinas ambientais e poluição;
  • Estresse crônico devido a finanças ou situação de trabalho desfavorável;
  • Trauma emocional e abuso;
  • Poucas horas de sono ou dormir mal;
  • Over training (excesso de exercício físico);
  • Abuso de drogas e álcool;
  • Dieta pobre de nutrientes e vitaminas.

Causa da Síndrome de Fadiga Crônica:

As pessoas com síndrome da fadiga crônica geralmente são anormalidades específicas e mensuráveis que incluem:

  • Atividade hipotalâmica
  • Disfunção pituitária
  • Imunidade fraca, incluindo uma baixa contagem de “células assassinas” naturais
  • Deficiências hormonais às vezes negligenciadas em exames de sangue padrão
  • Infecções frequentes
  • Crescimento excessivo de levedura

Tratamento natural para fadiga adrenal e crônica:

Importante ressaltar que para esses casos, uma consulta com um médico é de fundamental importância para realizar o diagnóstico correto e indicar o melhor tratamento. Se autodiagnosticar e iniciar um tratamento por conta própria pode colocar sua saúde em risco.

Para auxiliar a recuperar sua energia, pode ser realizado algumas alterações na rotina:

  • Mude sua dieta, evitando a cafeína, excesso de açúcar e carboidratos, óleos hidrogenados, alimentos processados e embalados. Em vez disso, encha-se em gorduras saudáveis, equilibrando hormônios, proteínas e abundância de vegetais frescos.
  • Exercite- se regularmente de forma saudável, com duração e pesos adequados;
  • Ter uma boa qualidade de sono;
  • Praticando várias técnicas de relaxamento, como leitura, filmes, passeios, meditação e outras atividades que goste de fazer.
  1. Estilo de Vida Sedentário

Homem na frente do notebook sentado com a mão na cabeça

Fonte Imagem: Unsplash

Devido à correria muitas vezes estressantes do cotidiano, é bastante comum que muitas pessoas desenvolvam um estilo de vida sedentário.

Muitas vezes o trabalho é rotineiro e sentado. Como o corpo foi feito para estar em movimento (físico e mental) é muito comum problemas de humor, lentidão, fadiga e ansiedade, além de dores por todo o corpo (dor de cabeça ou nas costas são as mais frequentes) e rigidez na musculatura.

Causas da vida sedentária:

  • mesa de trabalho
  • falta de movimento
  • problemas nas costas
  • dor crônica
  • sessão habitual
  • falta de motivação

O exercício regular pode ajudar a equilibrar os hormônios, melhorar a resistência à insulina, evitar as dores, eliminar as tensões musculares e a dormir melhor, todos os quais são importantes para combater a falta de energia.

O exercício faz maravilhas para o corpo, liberando endorfinas, aumentando sua resistência e seu humor. (Claro, ele também pode adicionar mais músculo ao seu corpo enquanto queima gordura não saudável).

Mesmo quando você está se sentindo cansado, se você acha que ignorar sua rotina de exercícios normal vai impactar positivamente sua energia, você precisa rever esses conceitos. De fato, o exercício é estimulante para o corpo e ajuda a ter mais disposição e produtividade ao longo do dia!

Embora possa ser difícil começar quando você está sempre cansado, o exercício de longo prazo resultará em melhor equilíbrio hormonal e energia prolongada à medida que você se acostumar mais com isso.

Um estudo realizado pela Universidade da Geórgia, por exemplo, descobriu que, quando os adultos que inicialmente eram sedentários começaram a se exercitar levemente ao longo de seis semanas – apenas três dias por semana durante cerca de 20 minutos – eles tiveram mais energia em geral quando comparados com os primeiros começasse.

Como mudar para uma rotina mais ativa:

  • Experimente uma mesa de pé ou uma que se ajuste por ficar de pé e sentada.
  • Sente-se em uma grande bola de exercício. Mantém suas costas mais retas e engata seu núcleo sem colocar tanta pressão em seus quadris e pernas.
  • Faça pausas de “caminhada”. Passe o seu prédio, área de escritório ou estacionamento por blocos de 15 minutos por vez.
  • Planeje atividades regulares ao ar livre ou exerça imediatamente antes ou depois do trabalho. O meu favorito é um treino rápido de treino de treino pela primeira vez pela manhã.
  • Leve intervalos de 5 minutos para cada hora de trabalho.
  1. Depressão

homem pensando num ambiente escuro

Fonte Imagem: Unsplash

A depressão é um dos distúrbios mentais cada vez mais comuns entre o mundo todo e deve ser sempre tratada com muita atenção e seriedade.

Causas de depressão:

A depressão é causada por um ou vários fatores, dos quais, os mais comuns apresentados são:

  • estresse excessivo;
  • problemas emocionais não resolvidos;
  • desequilíbrios dos neurotransmissores cerebrais;
  • desequilíbrios hormonais;
  • álcool;
  • deficiências nutricionais;
  • falta de luz solar;
  • toxicidade por metais pesados;
  • alergias alimentares;
  • outros.

Tratamento natural para a depressão:

É importante ressaltar que muitas pessoas fazem seu próprio diagnóstico considerando-se depressivas e muitas vezes não passam de uma tristeza momentânea ou simplesmente cansaço.

A depressão, como já falado anteriormente é algo muito sério que impacta diretamente a pessoa que sofre e precisa de um tratamento adequado com profissionais devidamente especializado.

Então, a primeira coisa a fazer quando se é identificado sintomas de depressão é procurar ajuda especializada. Como complemento, a pessoa pode alterar sua dieta, iniciar atividade física, incorporar técnicas de relaxamento e meditação para recuperar a energia e motivação e modificar sua rotina.

  1. Qualidade de Sono

mulher dormindo num sofá

Fonte Imagem: Unsplash

Ter uma boa qualidade de sono significa que a quantidade de horas é suficiente e o sono é consistente, respeitando o ciclo completo, do qual, envolve todo o processo de recuperação física e mental.

A maioria dos adultos precisa entre 7-9 horas de sono consistente, todas as noites, para se sentir melhor e fatores como temperatura, barulhos e hábitos influenciam diretamente na profundidade do seu sono.

Causas de má qualidade de sono:

  • dieta pobre;
  • estresse;
  • ficar acordado até tarde;
  • beber álcool;
  • certos medicamentos ou suplementos;
  • desequilíbrio de humor ou hormônio;
  • distúrbios digestivos;
  • etc.

Embora não seja nenhuma surpresa que você precise dormir, a fim de evitar sentir-se sempre cansado, você pode se surpreender ao saber como apenas uma pequena quantidade de privação de sono ao longo do tempo pode realmente se somar e prejudicar sua saúde e humor.

Um estudo feito pela Faculdade de Medicina da Universidade da Pensilvânia descobriu que a restrição crônica dos períodos de sono (dormindo entre 4-6 horas por noite durante um período de 14 dias) resultou em déficits cumulativos significativos no desempenho cognitivo em todas as tarefas. O estudo concluiu que “a restrição crônica do sono a seis horas ou menos por noite produziu déficits de desempenho cognitivo equivalentes a até duas noites de privação total do sono. Parece que mesmo a restrição de sono relativamente moderada pode prejudicar gravemente as funções neuro-comportamentais de vigília em adultos saudáveis”.

Formas naturais para dormir rápido:

  • Pratique técnicas de relaxamento que o ajudem a relaxar e adormecer, como leitura, meditação, relaxamento, etc.
  • Use óleos essenciais, como lavanda ou incenso
  • Evite as refeições açucaradas e pesadas com carboidratos antes da cama, o que pode lhe dar um “açúcar alto”, mantendo você
  • Limite a cafeína para pequenas quantidades durante a manhã, ou pelo menos se corte depois do meio dia
  • Desligue todas as eletrônicas 2 horas ou mais antes de dormir para evitar a exposição à luz azul, o que pode incomodar os níveis de melatonina e dificultar a sua mente para ficar com sono
  1. Anemia

Mulher ao lado da cama, cansada

Fonte Imagem: Unsplash

A anemia é uma condição em que uma pessoa apresenta glóbulos vermelhos abaixo do normal e está relacionada a um baixo consumo de oxigênio atingindo células e tecidos em todo o corpo.

Os sintomas de anemia incluem:

  • sentindo que sempre está cansado, apesar de você dormir
  • ossos fracos e músculos
  • problemas de exercício
  • sendo incapaz de concentrar-se

E em casos extremos:

  • fadiga, desmaie
  • falta de ar
  • ataque cardíaco, angina
  • disfunção do baço
  • problemas digestivos
  • amarelamento da pele

Causas da anemia:

A anemia ocorre quando há um problema com os glóbulos vermelhos que fazem hemoglobina, uma proteína que transporta oxigênio em todo o corpo, especialmente para o cérebro, onde é muito necessário.

Está ligado a insuficientes níveis de ferro dentro do sangue, além de baixos níveis de vitamina B12 e folato.

A anemia também pode ser causada por uma perda de sangue ou uma dieta que é muito baixa nesses nutrientes essenciais e, assim, dificultar a capacidade do corpo de produzir hemoglobina suficiente.

De acordo com o Instituto Nacional de Diabetes e doenças digestivas e renais, “Se você tem anemia, seu corpo não recebe sangue rico em oxigênio. Como resultado, você pode se sentir cansado ou fraco. Você também pode ter outros sintomas, como falta de ar, tonturas ou dores de cabeça “(11).

Tratamento natural da anemia:

Os sintomas de anemia podem ser bastante reduzidos, melhorando sua dieta e incluindo abundância de alimentos ricos em ferro, vitamina B12 e folato. Esses incluem:

  • Fígado (de carne bovina, frango etc.) que é extremamente alto em ferro e vitaminas B;
  • Melaço Blackstrap, que é um adoçante natural saudável com alto teor de ferro;
  • Levedura de cerveja ou levedura nutricional, que é carregada com vitaminas B e sabe algo como queijo, mas na verdade é totalmente livre de lácteos;
  • Alimentos ricos em vitamina C que ajudam na absorção de ferro, como frutas cítricas e vegetais cruciferantes como brócolis ou couve-flor;
  • Vegetais de folhas verdes que possuem uma quantidade significativa de ferro e folato.
  1. Síndrome do Intestino Permeável

Mulher com as mãos na barriga

Fonte Imagem: Pixabay

A síndrome do intestino permeável (ou gotejante) é uma condição em que seu trato digestivo fica danificado e pequenos buracos começam a se desenvolver em seu revestimento intestinal. Pequenas partículas que normalmente não podem passar por sua parede intestinal começam a se infiltrar em sua corrente sanguínea.

Quando alguém tem síndrome de intestino com vazamento, algumas das coisas que podem passar através do revestimento intestinal incluem proteínas como glúten, bactérias ruins e partículas de alimentos não digeridos.

Os sintomas da síndrome do intestino com vazamento incluem:

  • cansaço;
  • problemas digestivos como cólicas, inchaço ou diarreia;
  • irritação da pele e erupção cutânea;
  • dificuldade em concentrar e aprender;
  • dor nas articulações e músculos;
  • dores de cabeça;
  • ganho de peso;
  • mudanças de humor.

Causas da Síndrome do intestino permeável:

  • antibióticos;
  • alimentação rica em fitatatos e lectinas – como grãos glútenos, nozes, sementes (não embebidas ou germinadas);
  • alimentos transgênicos e/ou processados como açúcares refinados adicionados, xarope de milho de alta frutose;
  • doença da tireoide;
  • condições auto-imunes.

O intestino que apresenta esse problema pode resultar em uma malabsorção de nutrientes que corta o suprimento de nutrientes e minerais essenciais do seu corpo, consequentemente ocasionando perda dos níveis de energia.

Por exemplo, as vitaminas B são cruciais para a produção de energia porque são responsáveis por transformar os compostos básicos encontrados nos alimentos que você come – como glicose, aminoácidos e ácidos graxos – em “combustível” utilizável para o corpo. Os níveis de ferro e zinco (nutrientes importantes para circulação de oxigênio em todo o corpo) também podem se tornar baixos devido ao intestino gotejante.

Tratamento natural para a síndrome do intestino doente:

Para efetivamente resolver esse problema é necessário fazer uma combinação de dieta alimentar e certos fatores de estilo de vida.

A solução inclui a remoção de alimentos e fatores que danificam o intestino (como glúten e açúcar), sendo substituídos por vários alimentos curativos, como alimentos fermentados, caldo de osso, grãos germinados, sementes e nozes, fontes saudáveis de proteínas, vegetais e muitas gorduras saudáveis.

A opção de tomar suplementos de cura intestinal como probióticos, L-glutamina, enzimas pancreáticas e quercetina, também pode ser considerada.

Certifique-se de corrigir quaisquer deficiências de nutrientes, incluindo uma abundância de alimentos inteiros em sua dieta que fornecem zinco, ferro e vitaminas do complexo B.

  1. Desidratação

Rosto de um homem com água sendo jogada na boca

Fonte Imagem: Unsplash

A desidratação ocorre quando há falta de fluidos corporais (especialmente de água e eletrólitos) sendo ocasionada tanto quando não é feita uma reposição correta dos líquidos ou quando há uma perda excessiva. Quando você começa a sentir sede, você já está desidratado.

Causas de desidratação:

  • Exercício excessivo sem reposição dos líquidos;
  • beber refrigerante ou outras bebidas;
  • estar no sol quente por uma hora ou mais;
  • doença – vômitos, diarreia, transpiração;
  • diabetes;
  • medicamentos prescritos;
  • ciclo menstrual;
  • estresse;
  • negligenciando beber água;
  • altitudes mais elevadas.

A causa mais comum de desidratação é simplesmente não beber bastante água, ou substituir a ingestão de água com apenas refrigerante ou suco. Este é um erro crítico, pois não só isso aumenta o seu açúcar no sangue, mas também suas células não conseguem obter água suficiente para funcionar corretamente!

Os principais eletrólitos do corpo – sódio, potássio, cloreto e bicarbonato – são compostos de íons que literalmente ajudam seu corpo a ter energia através da força da eletricidade que mantém seus órgãos e células funcionando. Algumas partes do corpo que são mais “ligadas eletricamente” e requerem uma quantidade elevada de eletrólitos e a água inclui o cérebro, coração, sistema nervoso e músculos.

A desidratação afeta a viscosidade real (espessura) do seu sangue e a quantidade que seu coração deve bater a cada minuto, pois tenta obter oxigênio para todas as células.

Quando você está desidratado, seu coração envia oxigênio e nutrientes ao seu cérebro, músculos e órgãos a um ritmo mais lento; Como consequência, você começa a sentir:

  • cansaço;
  • letargia;
  • fraqueza nos músculos;
  • incapacidade de se concentrar e executar tarefas.

De acordo com pesquisadores da Faculdade de Psicologia da Universidade de Barcelona “ser desidratado em apenas 2% prejudica o desempenho em tarefas que exigem atenção, habilidades psicomotoras e de memória imediata”.

Tratamentos naturais e prevenção da desidratação:

Beba mais água ao longo do dia, aumente a ingestão de vegetais e frutas, e certifique-se de obter muitos eletrólitos na forma de alimentos inteiros. Quando se trata de frutas e vegetais, algumas das melhores opções para obter eletrólitos e para se manter hidratados incluem:

  • Água de coco;
  • Melancia;
  • Pepino;
  • Kiwi;
  • Frutas Cítricas;
  • Cenouras.
  1. Stress Emocional

Mulher com mão na cabeça

Fonte Imagem: Unsplash

O estresse emocional consome uma grande quantidade dos seus níveis de energia, especialmente quando o estresse progride ao ponto de um transtorno de ansiedade ou um problema relacionado ao sono.

De acordo com a Associação de Ansiedade e Depressão da América (AADA), os transtornos de ansiedade são cada vez mais comum entre os adultos e afirma que “os transtornos de ansiedade são altamente tratáveis, mas apenas um terço dos que sofrem recebem tratamento”.

Causas de estresse emocional:

Os distúrbios de ansiedade são causados por um conjunto complexo de fatores de risco, incluindo:

  • genética;
  • química cerebral;
  • hábitos alimentares e estilo de vida;
  • muito comum que alguém com ansiedade também tenha uma forma de depressão e, vice-versa, os níveis de energia podem sofrer ainda mais;
  • má saúde intestinal.

Tratamento natural para o estresse emocional:

Para combater o estresse emocional, além de modificar sua dieta, você deve combinar com outros fatores como:

  • buscar entender a origem do estresse emocional e realizar um tratamento adequado;
  • dormir e fazer exercícios;
  • evitar estimulantes, incluindo aqueles encontrados em muitos alimentos processados;
  1. Desequilíbrio de Açúcar no Sangue

mulher cansada

Fonte Imagem: Unsplash

O nível de açúcar no sangue pode ser a causa do qual você está sempre cansado.

A maioria das pessoas tem problemas de desequilíbrio de açúcar no sangue que podem ser facilmente corrigidos, mas nem sequer sabem que este é um fator importante para seus problemas de saúde e falta de energia.

Esse desequilíbrio de açúcar é um problema que caso não seja corrigido ao longo do tempo,  pode levar a doenças mais graves como a diabetes tipo 2.

Os sintomas de um desequilíbrio de açúcar no sangue incluem:

  • sentimentos de cansaço;
  • ânsias de comida;
  • dores de cabeça;
  • mau humor;
  • ansiedade.

Causas do desequilíbrio do açúcar no sangue:

  • Dieta pobre (alimentos processados, açúcares adicionados e carboidratos simples);
  • diabetes tipo I e II;
  • função pancreática;
  • parasitas;
  • cândida.

Os níveis de açúcar no sangue tornam-se desequilibrados quando sua dieta é muito rica em açúcar (seja por doces, refrigerantes, alimentos processados, bebidas com quantidade considerável de açúcar, etc) do qual, entra na corrente sanguínea rapidamente e pode causar mudanças de humor devido a elevações extremas na glicemia.

Tratamentos naturais para desequilíbrios no açúcar no sangue:

Para recuperar os níveis de açúcar no sangue, você precisará realmente reduzir, ou mesmo eliminar completamente, todas as fontes de açúcar refinado da sua dieta. Esses incluem:

  • Todas as bebidas açucaradas – que são alguns dos piores culpados – como refrigerantes, suco de frutas de caixinha, bebidas energéticas e bebidas açucaradas de café ou chá;
  • Loções embaladas como biscoitos, bolos, cereais e doces;
  • Atenção ao consumo dos naturais, como o mel e xarope, pois também afetam os níveis de açúcar no sangue;
  • Também considere cortar ou eliminar grãos, especialmente grãos contendo glúten, como produtos de trigo. Estes contêm grandes quantidades de carboidratos que são divididos em açúcar dentro de alguns minutos de consumo. Eles podem causar inflamação intestinal que afeta hormônios como cortisol e leptina, deixando você se sentir fraco e cansado.
  1. Dieta Pobre de Nutrientes

Pessoas comendo fast food

Fonte Imagem: Unsplash

Você provavelmente percebeu que quase todas as causas de você se sentir como se estivessem sempre cansadas podem ser parcialmente atenuadas através da mudança de sua dieta. Isso ocorre porque sua dieta, em última análise, afeta:

  • os hormônios, causando desequilíbrios;
  • a função neurotransmissora, que o torna propenso a ansiedade ou depressão;
  • os ciclos de sono, dificultando o suficiente sono reparador;
  • humor;
  • visão sobre a vida;
  • motivação e muito mais.

Causas de uma dieta pobre:

  • hábitos;
  • estilo de vida;
  • prioridade;
  • outras influências.

Um dos maiores fatores de risco para sentir-se cansado o tempo todo é sempre combinar grãos, carboidratos refinados e alimentos açucarados. Além de também não adquirir gorduras, proteínas, vegetais e nutrientes essenciais suficientes que suportam energia gasta no momento.

Como corrigir uma dieta:

Alimentos ricos em vitaminas B – As vitaminas B são abundantes principalmente em alimentos ricos em proteínas. Tente ter muitas fontes como carne, peixe, ovos e todos os tipos de vegetais de folhas verdes.

Alimentos com alto teor de cálcio, magnésio, selênio e zinco, que podem ajudá-lo a aliviar o estresse e a dormir melhor – estes incluem produtos lácteos orgânicos não pasteurizados, abacates, salmão, legumes verdes, nozes e sementes.

Fontes saudáveis de gorduras, incluindo ácidos graxos ômega-3 – peixe, sementes, azeite de coco e azeite capturados selvagens, abacates e nozes podem ajudar a estabilizar hormônios e seu humor, para que você dorme melhor durante a noite e lute contra a depressão, o estresse e distúrbios da tireoide ou adrenal.

Ao mesmo tempo, tente limitar ou evitar o seguinte:

  • Alimentos com alto teor de açúcar.
  • Alimentos processados e refinados: esses alimentos “carboidratos simples” atuam muito parecidos com o açúcar no corpo. Eles levam a flutuações no açúcar no sangue, mudanças de humor, mudanças hormonais e cravings alimentares.
  • Cafeína excessiva: demasiada cafeína pode causar ansiedade e dificultar a sua capacidade de dormir bem, mesmo que pare de beber à tarde. A cafeína pode permanecer no seu sistema por até seis horas, por isso, se você vai ter algum, reduzir a sua ingestão por meio dia a cada meio dia.
  • Muito álcool: o álcool pode ajudá-lo a adormecer, mas também interfere com o sono REM (rápido movimento do movimento do sono), que é o estado de sono mais profundo que é necessário para se sentir descansado no dia seguinte. Também pode aumentar a ansiedade e dificultar a gestão do estresse.

Por fim:

E você, sente-se cansado o tempo todo? Já teve algum desses problemas citados?

Deixe sua experiência na área de comentários abaixo.

Conhece alguém com algum desses sintomas?

Então compartilha esse artigo para que possa ajudá-lo.

Referências:

[1] https://draxe.com/always-t

Compartilhe este Artigo

Deixe seu Comentário