carlos/ novembro 13, 2017/ Bem-estar/ 0 comments

Você deseja ser uma pessoa feliz e saudável, certo?

Pois bem, já falamos que alguns cuidados como contar com uma alimentação equilibrada, praticar atividades físicas e ter qualidade no seu sono são essenciais para conseguir alcançar esse objetivo, mas não basta só isso. Apesar de cumprir com boa parte do objetivo, alguns outros cuidados irão fazer você ir bem mais longe e sentir-se muito melhor.

Trabalhando em conjunto com a saúde do corpo, uma mente saudável é importante para garantir sua autoconfiança, diminuir a ansiedade e fazer você sentir-se alegre, feliz e bem consigo mesmo.

Mas será que é possível ter uma mente saudável com a correria que temos no dia-a-dia? Sim, com toda certeza. Não somente possível como também necessário, visto que situações como o estresse e ansiedade e até doenças como depressão estão cada vez mais presentes.

Mas fique tranquilo, com as informações do artigo abaixo,ficará mais fácil você se guiar e conseguir.

O que é Saúde Mental?

Antes de tudo, vamos entender rapidamente o que esse termo significa.

Figura 3D de homem com destaque no cérebro

Fonte Imagem: Designed by Freepik

Conforme a Organização Mundial da Saúde (OMS), uma pessoa com saúde mental tem capacidade de usar as suas habilidades, recuperar-se do estresse provocado pela rotina e ter produtividade.

A mente, nesse caso, é representada pela parte do cérebro que trabalha a cognição e o comportamento. Assim, quanto mais recebe estímulos positivos, mas ativo e funcional o cérebro permanece.

Neste artigo, sobre como ter uma vida saudável, falamos que cuidar da mente é tão importante quando cuidar do corpo, já que ambos se completam. Como em um sistema de engrenagem, fazer uma dessas atividades, consequentemente ajuda na realização das outras.

Diante do exposto, vamos às dicas para que você possa cuidar melhor dessa sua máquina principal e ter uma mente com saúde.

1. Aceite quem você é

Mulher se olhando em um espelho redondo

Fonte Imagem: Designed by Freepik

O primeiro passo, antes de qualquer coisa, é o autoconhecimento. E isso não é nenhuma novidade.

Na Grécia antiga o filósofo Sócrates, desenvolveu todo o pensamento filosófico, inspirada na frase que ele viu na entrada de um templo: “Conhece-te a ti mesmo”.

Para ele, saber sobre nós mesmos é a base que devemos nos focar antes de qualquer coisa quando pensamos sobre a nossa relação com os outros e com o mundo.

Nessa jornada, é importante conhecer suas habilidades, qualidades, preferências e emoções assim como também aqueles pontos que você deve melhorar.

Importante entender que o autoconhecimento é um processo contínuo, pois estamos sempre em constante mudanças seja por novos acontecimentos, lugares, conhecimentos ou experiências.

Tão importante quanto se conhecer é se aceitar. Afinal, cada pessoa é diferente da outra e tem qualidades e defeitos. Aceitar que você é único ajuda você a viver melhor no seu ambiente, eliminando padrões e máscaras estabelecidos pelos outros dos quais não te convém e permite você se expressar e reagir a tudo o que te diz respeito.

Sentir-se bem consigo mesmo aumenta sua autoconfiança e abre espaço para novas experiências.

2. Alimente-se bem

Talheres e Prato servido com pão, tomate, ovos e verduras

Fonte Imagem: Pixabay

Se a comida provoca uma reação em nosso corpo, como ficar com mais energia quando tomamos café ou sentir-se bem depois de comer algo doce por exemplo, ela também tem efeito para a saúde mental.

O cérebro precisa de uma mistura de nutrientes para se manter saudável e funcionar bem, assim como todos os outros órgãos do corpo. Sendo assim, uma alimentação boa para sua saúde física também é boa para sua saúde mental.

Diante disso, ter um cardápio variado e equilibrado é essencial. Afinal, comer saudável é muito mais do que um estilo de vida. É saber cuidar de si.

Alimentos que contém zinco, ferro e fósforo, são bons para manter o cérebro ativo. Assim como também, aqueles que contêm as vitaminas A, B, C, E também são boas opções para manter o cérebro protegido.

Dentre outros, podemos citar como exemplo o brócolis, frutas cítricas, ovos, azeite, sementes e grãos.

Saiba mais como escolher uma alimentação mais saudável e também sobre o benefício das frutas para a saúde nestes artigos, dos quais foram explicados com mais detalhes.

3. Mantenha-se ativo, praticando atividades físicas

Silhueta de homem correndo

Fonte Imagem: Pixabay

A atividade física traz ótimos benefícios tanto funcionais quanto estéticos para o corpo, tais como reforço do sistema cardiovascular, perca de gordura e aumento de massa magra e reduzem riscos de hipertensão e obesidade.

Seja com o objetivo de emagrecer, manter a boa forma ou aumentar o volume muscular, a atividade física regular também traz bons efeitos para o cérebro.

Dentre os benefícios, podemos destacar o aumento da capacidade de concentração e melhor desempenho no aprendizado.

Além disso, reforça a autoestima, pois, durante as atividades são liberadas substâncias químicas no cérebro como adrenalina e endorfina que o mantém estimulado e faz você sentir-se bem.

Lembrando que essas atividades podem ser caminhadas, cuidar do jardim ou fazer tarefas domésticas assim como também praticar musculação, pilates, natação e outras práticas esportivas.

Para saber mais sobre esse assunto, você pode conferir esse artigo sobre a importância da atividade física para a saúde, bem como os exercícios mais completos e eficientes, que contribuem para obter melhores resultados.

4. Cuide do seu sono

Mulher Dormindo em lençóis brancos

Fonte Imagem: Pixabay

Quem sofre de insônia, conhece o impacto de uma noite mal dormida: falta de disposição, cansaço e ausência do bom humor são muito comuns no dia seguinte.

Pois é, dormir bem além de revitalizar o organismo como um todo, melhora a disposição física e influencia na regulação do metabolismo.

Além disso, durante o sono são liberados hormônios responsáveis pela sensação de saciedade que combatem a ansiedade e o estresse e evita doenças como depressão.

Saiba mais sobre as quatro fases do sono e como dormir melhor através dessas dicas de como dormir bem.

5. Aprenda coisas novas

Aprender é uma das funções mais básicas do cérebro.

Mulher tocando violino

Fonte Imagem: Unsplash

Quando nascemos e conforme vamos crescendo, somos bombardeados de estímulos dos quais desenvolvem e/ou reforçam nossas capacidades motoras, cognitivas e emocionais.

Novas aquisições de conhecimentos e habilidades estimulam mais conexões entre os neurônios e faz com que o cérebro permaneça em constante aprendizado. Assim, ficamos mais “ligados” em todas as situações e variações em todos os aspectos de nossa vida e no ambiente ao nosso redor.

Para entender melhor, o conhecimento novo é como se fosse um exercício para o cérebro, de forma que quanto mais o exercitamos, mas “forte” e “tonificado” ele fica.

Conhecer novos lugares, aprender um novo idioma, praticar um esporte novo, enfim, você tem um mundo de possibilidades (e conhecimentos) à sua frente.

6. Mantenha os relacionamentos positivos

Dois homens e uma mulher, jovens, divertindo-se.

Fonte Imagem: Unsplash

Se os antigos amigos já nos fazem muito bem, ter novos então é melhor ainda (devido às conexões neurais, conforme acabamos de ver).

De fato, os laços familiares e os que criamos com os nossos amigos nos ajudam a lidar com o estresse do dia-a-dia e nos fazem sentirmos protegidos e pertencentes a um grupo. Além disso, nos guiam a tomar decisões mais seguras e sensatas e ajudam a resolver problemas práticos.

Para o cérebro, os nossos (bons) relacionamentos também o influenciam positivamente, pois, o compartilhamento de experiências reforça nosso sistema imunológico e favorece-nos um psicológico mais estável.

Aqui vale incluir também os relacionamentos com os nossos animais de estimação que tem efeito semelhante. Afinal, é muito comum eles serem tratados como membros da família e nem precisa de estudos para comprovar que eles nos fazem muito bem.

Um ponto de atenção são aqueles relacionamentos destrutivos, dos quais precisam ser evitados. Aqui estão inclusos amigos, vizinhos, pessoas do grupo que você participa e até familiares. Afinal, ter alguém do lado “sanguessuga”, pessimista ou que traz impacto negativo em sua estima é muito prejudicial tanto mental quanto emocionalmente.

Portanto, aproveite e converse mais com seus pais, fique um pouco mais naquela festa do seu melhor amigo, mande uma mensagem para aquele que faz tempo que você não tem contato e esteja aberto para novas amizades. O seu cérebro e sua vida social agradecem.

7. Tenha objetivos, assim como planos para alcançá-los

Figura de homem sorrindo com arco atirando flechas no alvo e mulher torcendo

Fonte Imagem: Pixabay

Pare um pouquinho agora e pense em um objetivo que deseja conseguir, seja na área acadêmica, profissional ou pessoal. Estudar para um concurso, conquistar uma promoção no trabalho, fazer dieta para emagrecer, enfim, qualquer coisa.

Agora trace planos bem realistas com etapas e metas, os recursos que você já tem à disposição e os que precisam buscar.

Pronto! Tenho certeza que você já está desfrutando de sentimento de realização e auto-estima só de imaginar e na medida que você vai avançando as etapas e chegando mais próximo do objetivo, essa sensação tende a ser real e mais intensa.

Claro que conquistar um objetivo não é tão simples assim, para isso precisará de horas de dedicação, empenho e esforço. Mas tudo isso é compensado pela conquista final, onde o  sentimento de realização e orgulho de si mesmo predomina.

E todo esse processo, desde o início, mantém a mente ativa e evita você ficar desperdiçando energia com coisas inúteis e que não leva a lugar algum.

Portanto, se já tem metas para o seu objetivo, continue. Se ainda não, comece a planejar agora.

8. Quando precisar, peça por ajuda

Silhueta de um garoto ajudando outro a subir em um monte com sol ao fundo

Fonte Imagem: Pixabay

Ao contrário do que possa parecer, procurar ajuda é sinal de FORÇA e não de fraqueza. Isso mesmo!

Ao se deparar com um problema do qual está muito difícil ou não consegue resolver sozinho a melhor saída é buscar reforço e este pode vir de diversas maneiras: seja de forma prática, seja um ombro amigo ou até mesmo ajudando a obter aquele recurso necessário para alcançar o objetivo.

É uma questão muito importante, porque muitas vezes, quando estamos vivenciando uma situação não conseguimos perceber a solução bem à nossa frente ou ficamos “travados” porque estamos presos em nossas próprias crenças.

Juntos é possível ir bem mais longe.

9. Desenvolva sua criatividade fazendo coisas que gosta

Mãos com pincéis e sujas de tintas de pintura de tela

Fonte Imagem: Unsplash

Uma das melhores formas de combater o estresse do dia-a-dia é fazendo atividades que você gosta de fazer. Se você gosta é porque essa atividade te dá prazer e reforça sua autoestima.

Concentrar-se em um hobby como jardinagem, tocar um instrumento ou fazer palavras cruzadas pode ajudá-lo a sair da rotina bem como esquecer suas preocupações por um tempo necessário pra se estabilizar mentalmente.

Então, não abra mão de fazer aquilo que te deixa bem e quebre a rotina de vez em quando para realizar essas tarefas.

10. Relaxe: meditando, ouvindo música ou lendo interessantes

Silhueta de mulher meditando à beira do lago com por-do-sol ao fundo

Fonte Imagem: Pixabay

Uma pausa ou mudança de ritmo contribui para melhorar seu estado de espírito e visão sobre a vida.

Seja ouvindo músicas, a leitura de um bom livro, viajar, técnicas de relaxamento, meditação, massagens, enfim, todas são ótimas opções para ajudá-lo a organizar suas idéias, encontrar paz interior e sentir-se “vivo”.

Dê-se algum “tempo para você”. Na verdade, isso é um presente que você dá a você mesmo. Talvez seja hora de você começar uma coisa nova, como vimos acima.

11. Desenvolva e mantenha pensamentos e atitudes positivas

Copo de água até a metade

Fonte Imagem: Unsplash

Sabe aquela história do copo meio cheio ou meio vazio?

A imagem do lado mostra um copo que está pela metade. E esse é o momento que faz toda diferença para sua vida. O modo como você faz essa percepção é o que determina todas as suas escolhas seguintes bem como as emoções envolvidas nesse processo.

A maneira como você percebe não influencia no estado do copo. Ele continuará pela metade de qualquer forma. Mas, a maneira que você escolhe agir, a partir dessa percepção, pode esvaziar ou encher o copo.

Contudo, é necessário ter cuidado com o perigo da ilusão da positividade acreditando que tudo é bom, perfeito e que vai dá certo. Aqui precisa de atenção para discernir entre acreditar e agir. Acreditar que vai dá certo mas agir de forma errada não vai ter como dá certo, concorda?

Olhando o copo, podemos entender melhor sobre a maneira de pensar e agir de forma positiva de maneira prática: focando na metade cheio, sei que tenho água e posso pensar em maneiras de colocar mais até completá-lo, assim como se eu focar na metade vazio, ao invés de pensar na escassez (meio copo é pouco e pode faltar),  posso ver que tenho oportunidade para duplicar a quantidade existente.

Em nossa vida temos a mesma situação: momentos difíceis faz parte e embora muitas vezes possa fugir do nosso controle, temos o poder para escolher como se comportar diante deles.

Diante de uma crise financeira no país, por exemplo, você pode chorar junto ou sair para vender lenços, ou seja, pensar e agir de forma positiva é algo que você acredita, vive e toma decisões com base nisso.

Outra questão importante a precisa ser ressaltada é o julgamento de si próprio. Já falamos acima sobre a importância do autoconhecimento e do aceitar-se. Mas não vai adiantar muita coisa se você ficar se sabotando com seus próprios pensamentos. Trate-se com bondade e respeito e evite a autocrítica, o seu mundo torna-se aquilo que você acredita.

Lembre-se: pensar e agir, sem se iludir!

12. Respire bem

Mulher respirando bem

Fonte Imagem: Unsplash

Sim, você leu certo.

Aquiete-se e apenas respire fundo até encher os pulmões. Expire. Faça isso algumas vezes e você ficará bem mais calmo.

Pois é, o ato de respirar corretamente ajuda a combater os desgastes mentais e físicos, pois oxigena e revigora o corpo por completo, inclusive o cérebro.

Dessa forma, a respiração causa sensação de bem-estar ajudando no controle da ansiedade.

Então, pare alguns minutos de vez quando e respire fundo.

13. Gratidão

Tão em desuso nos dias atuais, a gratidão é um tema muito frequente em filosofias de vida ao longo dos tempos.

Homem de costas com os braços abertos com paisagem ao fundo

Fonte Imagem: Unsplash

Conforme afirma Robert Emmons, professor de Psicologia da Universidade da Califórnia, em uma de suas publicações:

“A prática da gratidão pode ter efeitos dramáticos e duradouros na vida de uma pessoa. Pode diminuir a pressão arterial, melhorar a função imunológica e facilitar o sono mais tranquilo”.

O mesmo continua falando que a gratidão é capaz de evitar muitos problemas:

“Gratidão reduz o risco de vida para transtornos de depressão, ansiedade e abuso de substâncias e é um fator de resiliência chave na prevenção do suicídio”.

Ser grato é também questão de hábito. Comece então a praticar hoje mesmo.

14. Seja organizado

Mesa de trabalho com notebook, monitores e celulares organizada

Fonte Imagem: Pixabay

Pode até parecer algo desafiador para algumas pessoas, mas ter um planejamento de tarefas é um passo importante para proporcionar maior aproveitamento do tempo e da produtividade.

Indo um pouco mais além, organizar a casa ou o ambiente de trabalho deixa o ambiente mais acolhedor, impacta positivamente na sua inteligência emocional e diminui automaticamente a carga em seu cérebro.

Organizar seu tempo, se programando para a realização das tarefas e cumprimentos das metas também é importante.

Deixe o ambiente físico e mental favorável a você mesmo.

Por fim,

Na maioria das vezes, não conseguimos dar atenção para o que realmente importa: nós mesmos. Mas, ter uma mente saudável é um fator determinante para a realização pessoal e profissional encontrando equilíbrio e melhorando a qualidade de vida.

Diante das situações do dia-a-dia, o estresse é algo inevitável. Você aceitando ou não, ele estará presente, mas a maneira como você o encara é determinante para conseguir passar por eles.

Diante disso, cuide-se e fique atento aos sinais do seu corpo e da sua mente. Atente-se à sua saúde em primeiro lugar, o mundo pode esperar. Muitas vezes, duas horas para se organizar e colocar as ideias no lugar significará mais do que tentar resolver às pressas.

Não esqueça de recomendar esse artigo para alguém do qual você pode ajudar.

Mas então, você está em dias com a sua saúde mental? Qual dos pontos você precisa melhorar? Deixe um comentário falando sobre sua experiência.

Compartilhe este Artigo

Deixe seu Comentário