carlos/ outubro 1, 2017/ Alimentação, Atividade Física, Bem-estar, Descanso, Relaxamento/ 0 comments

Você considera sua saúde como algo muito importante e por conta disso procura ter bons hábitos para cuidar dela?

Como toda ação tem sua reação (disse o Isaac Newton, há três séculos atrás), de alguma forma, tudo o que fazemos, seja positivo ou negativo, tem impacto para a nossa saúde na mesma proporção. Diante disso, adquirir ou modificar hábitos dos quais possam refletir em ganhos para a sua saúde será sempre uma boa decisão, concorda?

Mas antes que você possa achar que viver de forma saudável é chato, complicado e difícil, principalmente nos tempos atuais, faço o convite para ler as dicas abaixo e comprovar o contrário. Dicas simples, que na verdade, são

pequenos cuidados que podem fazer grandes diferenças para a sua qualidade de vida futura.

A vida é feita de escolhas. Escolha então, sua Saúde

Criança em uma bifurcação, escolhendo um dos caminhos

Fonte Imagem: Pixabay

1. A Importância da Alimentação Saudável

Em pesquisa realizada pelo IBGE sobre os hábitos alimentares, constatou-se que muitos brasileiros preferem alimentos mais gordurosos na hora de se alimentar.  Isso é de fato, um cenário preocupante, visto que começa a ser questão de saúde pública, pois consequentemente, teremos cada vez mais pessoas acima do peso e todos os problemas relacionados.

Há mais de 2.500 anos atrás na Grécia, Hipocrátes, considerado como “pai da medicina”, falava: “Somos aquilo que comemos” e por isso recomendava:  “que o vosso alimento seja o vosso primeiro medicamento“, então, com esses ensinamentos que continuam tão atuais,  já não podemos deixar para depois os cuidados com o que colocamos em nosso organismo.

Refeições saudáveis servidos

Fonte Imagem: Pixabay

 

Diante dessas questões tão importantes, o primeiro passo é melhorar os hábitos alimentares. Vamos ver como fazer da melhor maneira:

  • Frutas, vegetais e legumes sempre

Esses alimentos são indispensáveis para uma alimentação equilibrada e traz grandes benefícios ao organismo. São ricos em vitaminas, sais minerais, proteínas e fibras e por isso são tão recomendados pelos profissionais de saúde.

Saiba mais sobre o benefício das frutas para a saúde e como incluí-las na alimentação de forma correta.

  • Ovos, também

Ricos em vitaminas, minerais, proteínas de alta qualidade, boas gorduras e vários outros nutrientes, como o zinco, o fósforo e o selênio e por isso são importantes para os músculos, cérebro e coração. Já temido no passado por causa da quantidade de colesterol, mas estudos mais recentes comprovaram que isso influencia muito pouco no aumento dos níveis de gordura em nosso sangue.

  •  Aveia, sim!

 Por ser rica em fibras e outros nutrientes como o fósforo, magnésio, cobre e zinco traz vários efeitos benéficos à saúde. Além de reduzir os níveis de colesterol e facilitar o funcionamento do sistema digestivo, a aveia é uma ótima fonte de energia e seu consumo ajuda a prevenir doenças cardiovasculares e ao controle do índice glicêmico.

  • Sal e açúcar com moderação

Presente e indispensável em quase todos os alimentos, esses dois itens consumidos em excesso traz problemas não só para a saúde como também para a estética.

Enquanto o sal aumenta a pressão sanguínea e consequentemente eleva o risco de infarto, o açúcar possui grandes concentrações de calorias, dos quais o excesso é responsável pela gordura corporal e aumenta o risco de doenças cardíacas e hipertensão.

  • Refrigerantes, não

Devido às quantidades elevadas de açúcar, o consumo de refrigerantes acarreta no aumento do nível de glicose no sangue e a resistência à insulina. Como consequência, aumenta o risco de diabetes tipo 2, obesidade e doenças cardiovasculares, acidente vascular cerebral e infarto do miocárdio.

Além disso (ainda tem mais!), é composto de ácido fosfórico, do qual o organismo reage utilizando o cálcio dos ossos, favorecendo assim surgir doenças como a osteoporose.

  • Evite as frituras…

O que pode ser considerado um alimento crocante e muitas vezes irresistível, na verdade representa um grande perigo. Isso porque o alimento quando submetido a altas temperaturas no óleo, perde boa parte dos nutrientes e possui cerca de três vezes mais calorias que o mesmo quando cozido ou assado.

Outro problema é o óleo, pois em altas temperaturas, libera substancias tóxicas que podem causar problemas no coração e aumentam o risco de câncer.

  • … e os embutidos

Salsicha, presunto, mortadela, patê, linguiça e companhia limitada são escolhidos como ótimos acompanhantes de um lanche rápido para muitas pessoas.  O grande problema desses produtos são as elevadas quantidades sódio e também de aditivos químicos que estão relacionados ao desenvolvimento de câncer.

Saiba mais como escolher uma alimentação mais saudável do qual foi abordado mais sobre essa questão.

2. A Importância das Refeições

Café da Manhã Saudável Servido

Fonte Imagem: Pixabay

Até aqui vimos sobre o que escolher na hora de se alimentar, mas tão importante que isso é o “como fazer” sem trazer problemas ao organismo.

Existem algumas dietas que simplesmente recomendam pular refeição, o que pode ser um risco. Quando se faz isso, há uma série de reações no organismo como aumento do Cortisol, hormônio responsável pelo aumento de gordura abdominal e estresse. Além disso, há risco maior de desenvolver problemas digestivos, assim como comer em excesso na próxima refeição, como relata neste artigo a nutricionista Giovana Morbi.

A nutricionista ainda explica que:

A melhor maneira de evitar que tudo isso aconteça é começar seu dia com um bom café da manhã. Você não precisa comer muito, se não quiser, mas precisa comer alimentos com qualidade. Depois, certifique-se que terá tempo para uma pausa no almoço… Trinta minutos são suficientes! Um jantar completo e saudável evita aqueles ‘assaltos a geladeira’ durante a noite”.

Nesse caso, coma pouco, mas coma!

Sempre bom ressaltar a atenção com as dietas ou restrições por conta própria. A forma mais eficiente e segura é consultar um especialista no assunto.

 

3. Aumente a Ingestão de Água

Jarra de água potável

Fonte Imagem: Pixabay

Beber água vai muito além do que simplesmente matar a sede. Tão primordial quanto o ar que respiramos, a água realiza no organismo uma série de benefícios, como:

  • Hidratação do corpo em geral (pele, cabelos, unhas, olhos);
  • Melhora o funcionamento do aparelho digestivo;
  • Acelera o metabolismo e aumenta massa muscular;
  • Melhora o funcionamento do cérebro;
  • Regulador térmico nos dias quentes;
  • Elimina as toxinas do organismo.

Aliás, sentir sede já é um processo de desidratação, como diz a nutricionista Marie Fauchille:

A sensação de sede não é um bom indicador do estado de hidratação do corpo porque aparece tardiamente. Ela é sentida quando já se está em um estado de desidratação de pelo menos 1% do peso corporal. Portanto, deve-se obter mais água do que o corpo necessita”.

Mas quanto de água tomar por dia?

Isso dependerá de alguns fatores como o seu peso, suas atividades diárias e a quantidade de líquidos perdidos (como o suor) dos quais exigirá uma quantidade maior. Muitos estudos recomendam beber em média de 2 a 3 litros por dia. Nesse caso, o recomendável é tomar aos poucos como explica a Dra. Carol Morais:  “100ml de 30 em 30 minutos durante todo o dia”.

(Vou esperar um pouco aqui para você poder beber um pouco de água!)

 

4. Praticar Exercício Físico é Fundamental

Silhueta de casal praticando corrida

Fonte Imagem: Pixabay

Recomendado por 10 entre 10 médicos, os exercícios físicos realizados de maneira regular trazem uma série de benefícios, dentre outros:

  • Estimulam o sistema imunológico;
  • Auxilia no controle do colesterol ruim,  responsável por doenças cardíacas;
  • Melhora o bom humor e a disposição física;
  • Acelera o metabolismo, ajudando na perda de calorias e prevenindo a obesidade;
  • Regula o sono;
  • Proporciona o bem-estar e diminui a ansiedade e o estresse;
  • Fortalece a estrutura óssea, prevenindo a osteoporose (doença nos ossos);
  • Regula a produção de insulina (prevenindo o diabetes);
  • Reforça a musculatura
  • Melhora o funcionamento do sistema cardiovascular, reduzindo riscos de infarto e evitando doenças cardíacas assim como a hipertensão;
  • Aumenta a libido (desejo sexual).

Especialistas recomendam realizar um tipo de atividade física pelo menos 30 minutos por dia, mas isso não significa necessariamente que você precisa estar numa academia ou correndo maratonas (se estiver, ótimo!), mas atividades como arrumar a casa, subir escadas ou fazer caminhadas são também considerados como atividade física.

Para saber mais sobre esse assunto, você pode conferir esse artigo sobre a importância da atividade física para a saúde, bem como os exercícios mais completos e eficientes, que contribuem para obter melhores resultados.

Neste outro artigo, você saberá o que comer antes e depois do treino.

Muito importante, nesse caso, é fazer o que você gosta: caminhada? (bom!), Corrida? (melhor ainda!), Musculação, natação, crossfit, artes marciais, não importa! Mas mexa-se!

Lembrando que antes de exercer qualquer atividade física é sempre recomendável consultar um médico.

5. Nada Como Uma Boa Noite de Sono

Criança dormindo

Fonte Imagem: Pixabay

Assim como alimento e água, a qualidade do sono é essencial para manter o organismo saudável. Uma boa noite de sono é capaz de revigorar todas as nossas funções vitais, dando mais energia, aumentando o poder de concentração e auxiliando na redução do estresse.

Além disso, é durante o sono que o corpo realiza a produção do hormônio GH (hormônio do crescimento) importante para controlar o tônus muscular, melhorando o desempenho físico.

Dentre outras vantagens, podemos citar:

  • Fortalece o sistema imunológico;
  • Melhora a capacidade cognitiva e memória;
  • Melhora o desempenho sexual;
  • Ajuda no bom humor.

Mas quanto tempo devo dormir?

Estudos recomendam em média oito horas de sono por noite, mas esse número geralmente varia de uma pessoa para outra. O ideal é dormir o suficiente para não sentir sono durante o dia.

Mas tão importante quanto o tempo de sono, a qualidade dele também é um aspecto importante e precisa ser dado atenção.

As ações que você realiza antes de ir para a cama, como assistir TV ou comer alimentos de difícil digestão podem afetar diretamente a qualidade do sono, assim como também a iluminação, o barulho e a temperatura do ambiente podem contribuir diretamente para não conseguir ter um sono reparador e ficar com aquela sensação de cansaço o dia seguinte.

E se quiser entender como são as fases do sono e saber dicas para dormir melhor, é indicada a leitura do artigo: como dormir bem.

Portanto, cuide do seu sono e tenha ótimos sonhos :).

6. A Mente Também Precisa de Cuidados

Silhueta de mulher praticando Yoga

Fonte Imagem: Pixabay

Até aqui cuidamos do nosso corpo, mas precisamos dar um pouco de atenção à nossa mente para assim, encontrarmos o equilíbrio perfeito. Na verdade, são atividades que se complementam e assim, uma ajuda outra.

a) Relaxe!

Silhueta de Casal à Beira do Lago Observando o Pôr-do-Sol

Fonte Imagem: Pixabay

Existem muitas expressões para isso: relaxar, desopilar o fígado, descarregar as energias, soltar a pressão, pois bem, cada um tem sua maneira de falar para fazer algo tão importante.

Diante da correria do cotidiano, às vezes, torna-se quase impossível encontrar tempo e disposição para isso, mas através de pequenas mudanças, podemos conseguir controle dessas emoções e manter a mente em equilíbrio.

A prática do exercício físico e do sono tranquilo, como já vimos, é altamente recomendável para reduzir e controlar o stress, que, aliado ao relaxamento aumenta o bem-estar emocional e controla a ansiedade.

Para isso, a meditação, a leitura de um bom livro, uma massagem, prática de ioga, passeios (ou tudo isso!), são sempre bem-vindos.

b) Cultive o Bom Humor

Criança Gargalhando Muito

Fonte Imagem: Pixabay

Sabe aquele ditado que rir é o melhor remédio?

Pois é, já dizia o filósofo Bertrand Russel: “O riso é a mais barata e eficaz das drogas, o riso é um remédio universal“.

Isso porque um simples sorriso desencadeia mudanças físicas saudáveis ​​no organismo. A biomédica da UNESP Renata Campos Capela afirma que “o bom humor pode ter uma influência positiva no combate a algumas doenças e até beneficiar o organismo diminuindo situações de estresse”.

Além disso, o sorriso é algo contagiante e afeta não somente a nossa vida, mas também reflete no ambiente e em todos que estão ao redor.

Certo? Vamos rir, então!

c) Respire Bem

Silhueta de Mulher Respirando ao Pôr-do-Sol

Fonte Imagem: Pixabay

Pronto, respirar todo mundo já sabe, então está ótimo!!!

É, mas o que quase todo mundo ainda não sabe é que respirar vai um pouco mais além do que colocar oxigênio para dentro e gás carbônico para fora.

Assim como vimos que dormir BEM traz ótimos resultados, respirar corretamente ajuda a combater os desgastes mentais e físicos e, até a insônia, aumentando assim a sensação de bem-estar.

Como faz isso?

O doutor Nassif Filho explica: “Todos nós precisamos respirar pelo nariz pois as principais funções dele são aquecer, umidificar e filtrar o ar inspirado. Quando isso não acontece vários problemas podem aparecer, especialmente infecções respiratórias de repetição, ou seja, infecções que ocorrem várias vezes”.

Tranquilo? Respire certo e fique bem!

Saiba mais como cuidar da sua saúde mental através das dicas deste artigo.

Sobre ansiedade, você poderá entender mais nestes artigos sobre como identificar os sintomas e saber como controlar de maneira fácil.

7. Bons Relacionamentos é Importante

Silhueta de Amigos se Divertindo

Fonte Imagem: Pixabay

Pense nos momentos mais marcantes de sua vida e com certeza terá familiares e/ou amigos inclusos nessas lembranças! Pois bem, a respeito disso, um estudo feito pela universidade de Harvard, nos Estados Unidos, como explicado neste artigo do ecycle, concluiu que bons relacionamentos nos deixam mais felizes e saudáveis“.

Nesse estudo, foi constatado que pessoas que são mais socialmente conectadas a amigos, família e comunidades são mais felizes, fisicamente mais saudáveis e vivem mais do que as pessoas que são menos conectadas.

O estudo não tratou o relacionamento com os animais, mas certamente ter um peludo ou um bichano em casa traz benefícios semelhantes.

Além disso, visto que quantidade e qualidade são diferentes, é melhor ter poucos amigos bons do que muitos que não significam nada.

Homem e Mulher Abraçados na Cama

Fonte Imagem: Flickr

Por falar em relacionamentos, existem vários estudos que comprovam que ter uma vida sexualmente ativa também pode trazer benefícios à saúde, dentre eles:

  • Queima de calorias;
  • Controle da pressão sanguínea;
  • melhorias no sono;
  • aumento das defesas do organismo;
  • proteção ao coração.

Oba! Então vamos nessa!

 

8. Não Esqueça de Cuidar de Si

Criança andando na neve com muita confiança

Fonte Imagem: Pixabay

De forma geral, a autoestima é o valor que você dá a você mesmo. E esse pensamento é importante porque está presente em todas as ações e decisões do dia-a-dia e afetam não somente nossas vidas, como todos os que nos rodeiam.

No que diz respeito a isso, a Psicóloga Thaiana Brotto afirma: “Tudo o que gera sensações está intimamente relacionado com os hábitos que temos em relação às nossas atitudes e comunicação interna. Quando aprendemos a visualizar de uma outra forma nossas perspectivas e habilidades, construímos pouco a pouco uma boa autoestima”.

Nesse caso, trabalhar o autoconhecimento é interessante para compreendermos melhor nossas limitações, nossos defeitos e também nossas virtudes. Uma vez que nos conhecemos melhor, podemos entender melhor e com isso gerencia melhor nossas emoções.

Portanto, goste (ou aprenda a gostar) de si!

9. Abandone o Cigarro

Garoto quebrando cigarro ao meio

Fonte Imagem: Pixabay

Não é necessário falar muito sobre isso, visto que os efeitos negativos provocados pelo cigarro já são de conhecimento do público em geral. E você provavelmente, já sabe!

No entanto, é importante ressaltar que praticamente todo o organismo é afetado pelas substâncias presentes no cigarro, sendo que os pulmões são os que sentem mais o impacto das toxinas. Além do fato de que não só os fumantes sofrem os efeitos, mas também trazem risco para aqueles que os cercam.

Apesar da dificuldade de parar de fumar, devido as dependências física e química geradas pelo hábito, existem vários métodos que podem ser utilizados para ajudar o ex-fumante durante esse processo. Tomar a decisão de parar é o mais importante passo e caminhar com um passo de cada vez é garantia de sucesso.

Quase Lá!

Atleta, nadando, chegando à borda da piscina

Fonte Imagem: Pixabay

Muita coisa?

Nem tanto. Na verdade, quando as mudanças ocorrem e começamos a perceber as melhorias, se torna muito simples e depois vira um hábito.

Se você já pratica tudo isso (ou quase tudo), meus parabéns, você está no caminho certo!

Para saber mais, é recomendado a leitura do artigo sobre os hábitos que prejudicam a saúde.

Mas se ainda falta muito, comece a estabelecer pequenos passos de mudança. O início é a parte mais díficil, mas logo você se habitua e o restante da escalada costuma ser mais fácil.

Comece hoje mesmo e cuidado com as armadilhas do hábito, pois muitas vezes dizer que vai mudar ou esperar para a próxima semana ou depois daquela data comemorativa, no final de tudo o tempo passa e nada foi feito.

Depois cai no mesmo ciclo. Melhor então, começar agora!

Silhueta de homem, escalando, chegando ao topo

Fonte Imagem: Pixabay

Uma idéia para começar a mudança pode fazer uma lista dessas coisas que você já pratica e em outra lista de como começar.

A função dessa lista faz você perceber a situação como um todo e focar principalmente nos pontos que você considera como mais urgentes.

Boa sorte! Daqui a pouco você chega lá, também! É só começar!

E aproveite o momento para ajudar alguém para ser mais saudável recomendando esse artigo.

PS: Importante frisar que esse artigo tem caráter apenas informativo e não substitui a opinião de profissionais especializados.

Compartilhe este Artigo

Deixe seu Comentário