carlos/ outubro 11, 2017/ Atividade Física/ 0 comments

Responda rápido: Você é uma pessoa que deseja longevidade e qualidade de vida? É muito provável que sim. Nesse caso, acredito que você está fazendo de tudo para isso acontecer, correto?

Saiba que você pode fazer uma coisa agora que está ao seu alcance para tornar esse desejo bem próximo da realidade:  é a prática regular de atividade física, do qual, é tão recomendada pelos profissionais de saúde devido aos ótimos benefícios para a saúde das pessoas de todas as idades.

Muitas vezes, a preguiça bate e as desculpas começam. Então, antes de surgir a primeira para interromper esse processo, já informo que não precisa de muito tempo e nem de muito esforço para conseguir atingir o mínimo recomendado por dia.

Se você já pratica alguma atividade física ou ainda está no ponto de partida, faço o convite para ler o artigo abaixo e conhecer melhor

os cuidados ao escolher e ao praticar qualquer atividade, assim como saber desfrutar os melhores benefícios. Depois disso, você ficará mais forte e resistente que as suas desculpas quando elas ousarem aparecer.

Então, prepare-se! Vamos lá!

Atividade Física e Qualidade de Vida

Atividade Física na Praia com Amigos ao Pôr-do-sol

Fonte Imagem: Pixabay

Conforme dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) 2015, realizada pelo IBGE, 62,1% dos brasileiros maiores de 15 anos não praticam nenhum tipo de atividade física, ou seja, são indivíduos sedentários.  E isso é um dado preocupante visto que essa falta de prática geralmente acarreta em vários problemas de saúde como, por exemplo, diabetes, obesidade e infarto no miocárdio.

Uma das principais causas do sedentarismo é a facilidade que temos ao deparar com tecnologias para realizar tarefas comuns, dos quais facilitam e trazem conforto, mas ao mesmo tempo interfere diretamente na necessidade de movimentar o corpo, como por exemplo, usar o elevador para subir dois ou três andares, ou o carro para ir à padaria ou até mesmo estacionar perto do trabalho, assim como também usar controle remoto para mudar de opção no aparelho, além de outras.

A boa notícia é que não precisa de grandes mudanças para sair do sedentarismo (nem abrir mão das tecnologias), bastam 30 minutos de atividade física por dia, conforme recomendam os especialistas, para que a pessoa seja considerada fisicamente ativa, e assim, obter os seus efeitos benéficos.

Embora no início seja um pouco mais difícil, por questões de adaptações corporais e mudanças na rotina, logo após esse período você se acostuma e fica mais fácil manter a regularidade, de tal modo que você sentirá falta quando não puder fazer atividade por alguma razão.

Atividade Física ou Exercício Físico?

Garoto dando Cambalhota na Praia e Surfista ao Fundo

Fonte Imagem: Pixabay

Mas antes de continuarmos, é interessante diferenciar esses dois termos.

De modo geral, atividade física é qualquer ação realizada, planejada ou não, para movimentar o corpo, do qual resulta em gasto considerável de energia. Tarefas domésticas, caminhadas ao supermercado e passear com o cachorro podem ser citados como exemplos.

Por sua vez, exercício físico difere-se da atividade pelo fato de realizar movimentos corporais programados, estruturados e repetitivos com a finalidade de melhorar a flexibilidade, a força, a resistência e/ou a agilidade, ou seja, o condicionamento físico com um todo. Como exemplos, podemos citar: danças, musculação, corridas, natação, artes marciais, etc.

Nesse caso, para a prática regular, visando adaptações fisiológicas e novos estímulos, o exercício físico é o mais recomendado.

OBS: para efeito prático, iremos tratar neste artigo os dois conceitos de forma semelhante.

Como Escolher a Atividade Física Ideal?

Existe uma variedade de atividades com finalidades diferentes, então, de modo geral, não é possível determinar qual é a mais recomendada, pois isso dependerá de vários fatores.

Mulher Jovem Fazendo Flexões na Academia

Fonte Imagem: Designed by Freepik

Dos aspectos considerados relevantes que serão avaliados, o principal é o objetivo da atividade. Pode ser emagrecimento, hipertrofia (ganho de massa muscular), correção de postura, melhoria no condicionamento, etc. Além disso, são levados em conta:

  • Grau de sedentarismo;
  • O tempo e frequência que o exercício será realizado;
  • Características pessoais como idade, peso, gênero, etc;
  • Fatores clínicos, como pressão arterial e histórico de saúde;

Diante dessa variedade de fatores, só é possível determinar qual exercício o mais adequado após realizar uma análise das aptidões e particularidades de cada um. Neste caso, apenas um profissional nessa área é indicado, do qual irá também recomendar uma alimentação conforme atividade a ser praticada.

Nesta análise, é importante ser levado em conta também a preferência pessoal do indivíduo, assim há menos risco de interrupções e visto que quanto maior for a frequência realizada acarretará em melhores benefícios.

Cada tipo de exercício traz benefícios diferentes. Tomando por base a intensidade e duração, os exercícios podem ser classificados como:

Aeróbicos – envolve pouca intensidade e maior duração e tem como objetivo melhorar o condicionamento físico, a resistência e a capacidade respiratória. Exemplos desse tipo de atividade são caminhada, corrida, ciclismo, natação, dança, etc.

Anaeróbicos – são feitos com alta intensidade e em curta duração e o resultado melhora a força e a potência. A musculação, ioga e pilates, são exemplos.

Você pode saber mais sobre os exercícios mais completos e eficientes que ajudam a obter melhores resultados.

Quais Cuidados Tomar ao Praticar Atividades Físicas

Mulher e Homem Praticando Exercício Fìsico Correndo de Esteira

Fonte Imagem: Designed by Freepik

Além do cuidado inicial, mostrado acima para determinar qual exercício é o mais adequado, é importante também:

  • Usar roupas e calçados confortáveis e adequados;
  • Realizar alongamento e aquecimento;
  • Estar bem hidratado;
  • Saber e respeitar os próprios limites;
  • Iniciar de forma lenta e evoluir gradualmente;
  • Ficar atento a qualquer sintoma anormal durante ou após o exercício.

Benefícios da Atividade Física

Neste artigo sobre como ter uma vida saudável, falamos que a atividade física é essencial para manter a saúde em dia. De fato, a prática regular de atividades físicas traz vários benefícios que se manifestam sob todos os aspectos do organismo. Dentre esses, podemos destacar:

  • Controle do colesterol – sobre isso a Dra. Talita Poli Biason, gerente médica da unidade MIP do Aché Laboratórios Farmacêuticos, declara: “Além de ajudar na melhoria das condições do corpo, a realização de atividades físicas favorece a diminuição do colesterol ruim (LDL) e aumenta o nível do bom (HDL) no sangue”.
  • Reforça o sistema de defesa do organismo – explica a Dra. Érica Azevedo:“Em dose moderada, a atividade física regular faz parte de um estilo de vida que é essencial para a manutenção da saúde do sistema imunológico”.
  • Promove relaxamento e bem-estar – como reforça o  Dr Thiago Ferreira: “Treinos com intensidade moderada ou curtos com alta intensidade, promovem estimulação do sistema imunológico, além de promoverem relaxamento  e sensação de bem estar física e psicológica“.
  • Melhora o sistema cardiovascular, diminui o risco de obesidade e níveis de tensão – a respeito disso o  Dr. Giorgio A. P. Baretta ressalta: “Para quem sofre com depressão e ansiedade, realizar atividades físicas prazerosas, como correr ou dançar, por exemplo, fazem com que diminuamos os níveis de estresse e tensão corporal. Ou seja, melhora a autoestima, a flexibilidade, a postura, controla a pressão sanguínea, diminuindo o risco de doenças cardíacas e mentais. Acelera o metabolismo e ajuda na perda de calorias, prevenindo a obesidade”; (…) Praticar algum esporte, ou alguma atividade que você goste, libera hormônios primordiais para a nossa vitalidade e, melhor do que isso, nos deixam felizes, saciados e com a autoestima nas alturas“;
  • Aumenta a insulina – Dr.Fábio Luiz Fujita salienta os benefícios para os diabéticos:  “Para a pessoa que tem diabetes, a atividade física traz diversos benefícios adicionais, como o aumento da ação da insulina“.
  • Reforça a massa óssea –  Como fala a Profa. Patrícia Horta Andrade Finotti: “A atividade física é importante tanto na prevenção quanto no tratamento da osteoporose, pois a contração muscular e a descarga de peso do corpo são estímulos para a formação, crescimento e manutenção do tecido ósseo“.
  • Auxilia no controle da hipertensão – como explicado nesse estudo da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto: “Além de prevenir a hipertensão, o exercício regular diminui a pressão sanguínea em indivíduos hipertensos” (p 21) ;
  • Casal Fazendo Exercícios de Flexibilidade

    Fonte Imagem: Pixabay

    Aumento da musculatura, flexibilidade e funções fisiológicas – o Médico fisiologista Turíbio Leite Barros Neto afirma: “A pessoa deve caminhar, pedalar, nadar e fazer exercícios contra resistência para fortalecer músculos, desacelerar a perda de massa muscular e evitar a perda de massa óssea”. E complementa: “É muito fácil demonstrar os benefícios que o uso das funções fisiológicas associadas à atividade física proporciona. Basta lembrar que, quando engessamos uma perna ou um braço, o membro entra em desuso e, como consequência, o músculo hipotrofia, regride. Retirado o gesso, o braço ou a perna estarão fininhos, porque perderam de 30% a 40% de massa muscular“.

  • Aumento do desejo sexual – “Uma atividade física regular irá produzir uma melhora da flexibilidade, aumento do tônus muscular, oxigenação dos órgãos pélvicos responsáveis pela ereção e lubrificação vaginal, o que contribuirá para um desempenho sexual mais erótico” como esclarece o Dr. Amaury Mendes Júnior.
  • Estudos concluem que atividade física e o sono são atividades complementares, do qual, uma ajuda à outra, como enfatiza o educador físico do Check-up Einstein Bruno Gion de Andrade Cerazi:”É comprovado cientificamente que o sono de pessoas mais ativas fisicamente é mais relaxado e restaurador, basicamente, por dois motivos: devido mecanismos de regulação do próprio organismo, o praticante de exercícios físicos – e devido a essa prática – apresenta uma temperatura corporal mais baixa e uma necessidade de reposição de energias maior que o não praticante. E esses dois motivos induzem um sono de melhor qualidade. Assim, quem pratica atividade física dorme melhor“. E finaliza:”Portanto, fica a dica, tenha um sono de boa qualidade para ter um exercício de boa qualidade e tenha exercício de boa qualidade para ter um sono de boa qualidade“.

Se quiser saber sobre como dormir bem, esse artigo aborda questões sobre como melhorar a qualidade do seu sono.

Neste outro artigo, falamos que o exercício é importante para manter uma mente saudável.

Além desses benefícios apresentados, podemos também dizer que os exercícios produzem efeito social, fazendo surgir novos conhecimentos, troca de experiências, novas amizades e respeito.

Importantíssimo, não é?

Benefícios da Atividade Física em Crianças e Adolescentes

Nessa fase da vida onde as coisas são descobertas e começam a ter definição, os pais e responsáveis devem estar atentos e incentivar a prática de exercícios físicos, para que assim, elas possam ter um crescimento com saúde.

Uma vez que são estabelecidos padrões de vida saudáveis, elas ficarão mais propensas a continuar com os bons hábitos e assim poderão usufruir dos benefícios por toda a sua vida.

Os efeitos da atividade física nesta fase são muito essenciais para todo o desenvolvimento, dos quais, podemos ressaltar:

  • Construção de ossos e músculos mais saudáveis, proporcionando aumento de força, resistência, flexibilidade e correção postural, evitando assim possíveis anormalidades;
  • Controle de peso, prevenindo o sobrepeso e consequentemente, reduzindo a ansiedade e o estresse;
  • Proporciona o conhecimento do próprio corpo e dos limites do mesmo, assim como também saber superá-los;
  • Favorece o desempenho cognitivo, proporcionando um melhor rendimento escolar;
  • Nas atividades esportivas trabalha a socialização, a liderança, bem como questões de valores e caráter;
  • Aumento da confiança e autoestima;
  • Redução do risco de obesidade e doenças relacionadas;

Além disso, é uma boa solução para gastar a energia “extra” das crianças;

Para crianças, as atividades mais recomendadas de modo geral são natação e atividades de recreação.  Após os 5 anos podem também ser praticados alongamentos, artes marciais, ballet e esportes como basquete, vôlei, futebol, tênis, etc.

Para os adolescentes as mais indicadas são: esportes coletivos, corrida, dança, hidroginástica, natação e artes marciais.

Lembrando que sempre antes de começar é necessário realizar uma avaliação com um profissional, para assim ser liberado conforme condição física.

Atividade Física na Terceira Idade

Casal de Idosos Caminhando no Parque

Fonte Imagem: Designed by Freepik

Conforme a idade vai avançando, há uma redução natural na capacidade cardiovascular assim como também na força, na massa e na flexibilidade dos músculos.

A prática da atividade física, no entanto, não somente retarda esse processo como também tornam esses efeitos bem menos impactantes, afinal, ela promove mudanças corporais e reforça a capacidade funcional, melhorando a autoestima, a autoconfiança e a afetividade, aumentando a socialização.

Os exercícios mais sugestivos para realizar nessa fase da vida são:

  • Alongamento dos músculos e das articulações para melhorar os movimentos do corpo em geral;
  • Afazeres domésticos ou subir e descer escadas pois aumenta a circulação sanguínea, reforça a mobilidade e o bem-estar físico e emocional;
  • Hidroginástica ou Natação para reforçar frequência cardíaca e a musculatura e diminuir a perda de massa óssea, evitando a osteoporose, além do fato de serem realizadas na água e reduzir o impacto dos movimentos;
  • Danças – por se tratar de uma atividade aeróbica e ao mesmo tempo promover a sociabilidade, ela contribui tanto para o bem-estar físico quanto emocional, além de ajudar a combater a hipertensão, obesidade e depressão;
  • Caminhada é recomendada para melhorar a circulação e a respiração, proteger o organismo como um todo reduzindo risco de infarto e Acidente Vascular Cerebral (AVC), além de queimar calorias e aumentar o bem-estar;
  • Ciclismo – auxilia na postura e nas funções motoras, aumentando a independência e capacidade funcional;
  • Pilates ou Musculação para fortalecer os músculos e melhoria da coordenação motora.

Antes da atividade física, no entanto, o idoso deve passar por uma criteriosa avaliação médica, do qual, através de exames será indicado o melhor tipo de atividade, conforme vimos um pouco mais acima.

Atividade Física Durante a Gestação

Nesta fase cheia de alterações físicas, a prática de uma atividade é benéfica para as gestantes com a finalidade de ter uma melhor adaptação e para sentir-se bem conforme o corpo vai mudando. Dentre os benefícios, podemos destacar:

  • Fortalecimento muscular que protege as articulações e auxilia na postura correta;
  • Auxilia no sistema cardiorrespiratório e redução das dores nas pernas e costas;
  • Promove uma melhor circulação sanguínea, reduzindo inchaços e prevenindo varizes;
  • Melhoria do sono;
  • Preparação do corpo tanto para o trabalho de parto, como também para a recuperação depois.

Dentre as atividades mais sugestivas para as gestantes, podemos citar a caminhada, hidroginástica e algumas modalidades de natação.

Como já ressaltado nos tópicos anteriores, a consulta com o médico se faz necessária para que seja liberada ou não para a atividade física.

O Exercício Pode ser Divertido … e Ainda Traz Benefícios Sociais!

Embora o exercício às vezes pode parecer chato ou cansativo, para os praticantes regulares, são de fato, agradáveis! Isso mesmo. Afinal, é um momento para descontrair, relaxar, estar ao ar livre, ouvir música, etc. Além disso, são momentos que podem ajudá-lo a se relacionar melhor com a família ou amigos.

Nesse caso, a dica é escolher uma modalidade que você goste de fazer e aproveitar ao máximo o momento, o ambiente, a música ou a companhia escolhida (ou todas elas!).

Atividade Física na Praia com Amigos ao Pôr-do-sol

Fonte Imagem: Pixabay

Por fim,

Tome nota dessas principais dicas e viva com mais saúde e qualidade de vida:

  • Pelo menos 30 Minutos de atividade física todos os dias;
  • Escolha atividades das quais você mais se identifique e torne esse momento como algo divertido;
  • Quanto aos resultados, eles sempre chegam, embora alguns demoram mais de três meses para se apresentar;
  • Encare as atividades cotidianas como mais uma boa oportunidade para estar ativo;
  • Determine um exercício regular para desfrutar dos benefícios a curto e longo prazo;

Anotou? Então não esqueça: atividade física é investir em sua saúde. E lembre-se que você pode recomendar esse artigo para outras pessoas para ajudá-las a ter melhor qualidade de vida.

PS: Esse artigo tem caráter apenas informativo e não substitui opiniões de profissionais especializados.

Compartilhe este Artigo

Deixe seu Comentário